Data Warehouse - Para que serve?

Data Warehouse (2 de 6) – Para Que Serve?

Tá cansado de discutir com os planilheiros de plantão que nunca conseguem chegar em um acordo sobre quais relatórios que estão com os dados corretos?

É pra isso que serve o Data Warehouse.

É esse cara que centraliza os dados da empresa e elimina os ruídos de comunicação entre os departamentos, deixando tudo unificado. É a parte mais crítica de um projeto de BI. Mas caso você ainda não saiba o que é um Data Warehouse, no primeiro post dessa série explico isso melhor e mostro como os dados chegam até lá.

Mas sabendo isso, vamos partir pra onde utilizar ele.

 

O objetivo principal do Data Warehouse é garantir a entrega de dados confiáveis para dar suporte à tomada de decisão.

 

Depois que os dados são retirados dos locais de origem, como planilhas, ERPs e CRMs e são transferidos para o Data Warehouse, você passa a ter todas as informações em um único local, que foi criado com foco na consulta. Então além de os dados já estarem todos organizados e atualizados, consultar eles é muito rápido.

 

Mas então, o que eu faço com esse Data Warehouse?

  • Apresenta e analisa eventos passados, podendo tomar decisões mais precisas com eles
  • Entrega as informações corretas para as pessoas certas no tempo ideal
  • Controla globalmente a visibilidade das informações e sabe onde estão sendo utilizados e por quem
  • Garante a unicidade de conceitos e regras de negócio e a confiabilidade dos dados entre todos os setores da empresa
  • Obtém respostas muito rápidas a consultas feitas em uma base com grande volume de dados
  • Como os dados agora estão centralizados, você gera relatórios com informações reais e atualizadas

 

O Data Warehouse é feito pensando nas necessidades do negócio. Ele existe para unir e dar sentido a todos os dados de forma que seja possível extrair os relatórios ou dashboards que se precisa.

Ele é adaptável e flexível às várias fontes de dados, além de ser desenhado para sofrer alterações contínuas, garantindo que vai continuar a atender as necessidades da empresa.

Assim, além de garantir que todas informações estão centralizadas, você também garante que todas as permissões de acesso estão corretas, e que os critérios e regras com os quais os dados estão sendo trabalhados são únicos.

É só depois de ter o Data Warehouse modelado e pronto que você vai poder dar sequência à implantação da solução de BI na empresa, e é por isso que um profissional que saiba modelar um Data Warehouse livre de falhas é tão procurado no mercado, porque é ele quem garante que os dados estão sendo organizados corretamente e que depois vai ser possível criar os cubos e dashboards como necessário.

 

 

Ah, e se quiser que eu te avise dos novos posts conforme eles forem saindo, é só deixar seu e-mail abaixo!

 

Deixe um comentário 🙂

Leia também:

4 comentários sobre “Data Warehouse (2 de 6) – Para Que Serve?

  1. Fala Piton, quanto tempo! Tudo tranquilo?

    Apenas reiterando mais uma vez: muito obrigado pelo seus posts, cara… são de altíssima qualidade, conforme já foi citado em outro comentário.

    Já estou ansioso para o BI & Summit 2018!

    Tamo junto!

    Abração!

  2. Muito bom! Conteúdo de altíssima qualidade e clareza! De todo o processo de BI a parte que mais tenho dúvida é OLAP ainda não ficou claro o que de fato é e para que serve o tais cubos.

    Parabéns !

  3. Rafael, gostaria de parabeniza-lo pela iniciativa e determinação, de levar à todos os interessados, conteúdos de altíssima qualidade e relevância. Sou um profissional que atuo na área de BI há muitos anos e estou tendo a oportunidade de receber seus posts que tem me possibilitado, ter uma visão atualizada e inovativa sobre o assunto.
    As novas gerações de profissionais e porque não dizer também os “dinossauros” estão bem suportados por profissionais como você, siga em frente Rafael…

Os comentários estão fechados.

mautic is open source marketing automation